GOVERNO DO ESTADO DE PERNAMBUCO

quarta-feira, 8 de julho de 2020

DR. BARTOLOMEU RESPONDE PREFEITO E PEDE DESCULPAS A GARANHUNS POR TER AJUDADO A ELEGER SILVINO E IZAÍAS



O atual prefeito de Garanhuns, Izaías Régis, tem sempre se dirigido aos ex-prefeitos de forma dura, desrespeitosa. Há algum tempo, foi flagrado em um áudio afirmando que nos últimos 30 anos os prefeitos de Garanhuns só entraram lá para roubar. Agora, na Live que participou na noite desta terça-feira disse que ex-prefeitos estagiários acabaram com Garanhuns, mais uma vez sem citar nomes, causou inquietação e revolta. Não respeitou nem dr. Silvino Duarte, seu candidato a prefeito e que foi prefeito por dois mandatos.

Curiosamente, Izaías foi o deputado estadual do prefeito Luís Carlos, tinha uma parceria política com o ex-prefeito dr. Bartolomeu, de quem recebeu apoio, e inclusive sua vice era Rosa Quidute, esposa de Bartolomeu, e que possibilitou o atual prefeito popularizar seu nome entre as mulheres e na periferia da cidade.

A forma desrespeitosa de Izaías já havia atingido também outro grande ex-prefeito, Ivo Tinô do Amaral, que não aceita este tipo de tratamento. Já conversamos com ele sobre isso.

Em um texto publicado em nosso grupo de Whatsapp, dr. Bartolomeu chama à ordem e reflexão, e por fim, pede desculpas a Garanhuns por ter errado nas escolhas de Silvino e Izaías, que prometiam governos para o povo.

Abaixo o texto de dr. Bartolomeu Quidute.

REFLEXÃO: Se você quer crescer, não pise nos outros. Vivemos em um mundo que exige que sejamos competitivos, onde ser grande é quase uma obrigação à qual nos sentimos atraídos para dar o nosso melhor e alcançar os melhores resultados. Isso faz com que muitas pessoas pisem nos outros para poderem ser as melhores e alcançar este primeiro posto tão desejado.

Mas pisar nos outros não é algo lícito e isso traz consequências. Como bem dizia Lily Tomlin, “o problema de ascender pisando nos outros é que, ainda que você suba, a sua estatura não aumenta”. Por muito que você se esforce, o seu sucesso será apenas aparente.

“Cuidado em quem você pisa para subir, porque talvez o encontre ao cair”.

Coloque-se ao lado das pessoas, não em cima delas

As pessoas que se encontram ao seu lado podem ser os melhores propulsores para ajudá-lo a alcançar as suas metas. Se você pisa nelas para conseguir chegar a seus objetivos, estará desperdiçando a chance de aprender com elas. Mas talvez isso não importe para você, talvez a única coisa que você queira é estar em primeiro lugar, à frente de todos e todas, custe o que custar. Então você deveria se perguntar: “para quê?”

Às vezes não sabemos por que queremos ser melhores que os outros. Simplesmente precisamos nos fazer notar para inflar nosso ego e conquistar olhares de inveja. Mas isso não está te preenchendo, você vai se sentir vazio mesmo se alcançar a meta. Porque devido à sua atitude, você não vai chegar acompanhado, vai chegar sozinho.

Os sucessos alcançados sozinho e pelo mero desejo de se sentir melhor que os outros não têm um incentivo para ir além. Assim que conseguir, o que é que vai lhe restar? Você vai se sentir sozinho, muitos irão odiá-lo e outros tantos irão ignorá-lo. Porque ser o melhor, correr para ser o primeiro, nem sempre o fará feliz, mas vai fazer você se sentir terrivelmente vazio.

“Com o hábito de pisar nos outros, você não percebe que só arrasta sujeira nos seus sapatos”.

Além disso, pense no jogo sujo que você criou para poder chegar onde está. Você jogou as cartas da mentira, perdeu amigos e decepcionou muitas pessoas. Você pode estar no topo, mas não está totalmente satisfeito porque a sua forma de agir não foi correta.

Por isso, se fosse possível voltar atrás, o melhor seria corrigir seu comportamento colocando-se ao lado das outras pessoas. Desta forma você poderia aprender com elas, torná-las suas companheiras de aventura e, assim, participar também da delas. O sentimento que o inundaria ao alcançar a meta seria muito mais prazeroso do que o que você sente agora. Os sorrisos que os outros iriam dar seriam sinceros, não carregados de rancor e decepção.

Você pode ser grande, mas não a qualquer preço.

Agora você sabe que não tem que ser grande a qualquer preço: assim não vai valer a pena chegar até o fim. Não faz mal pensar em si mesmo e no seu próprio benefício, mas a sua atitude nunca deve ser orientada a pisotear os outros que estão ao seu redor. Talvez você tenha feito isso alguma vez sem ter se dado conta. Estas são algumas formas de pisar nos outros:

Você denigre o trabalho do outro em público e tira sarro das suas conquistas provocando, conscientemente, muita insegurança na outra pessoa.

Sempre que pode você utiliza a autoconfiança que tem ao seu favor, mentindo e monopolizando a conversa para ser o centro das atenções.

Seu objetivo é ser grande, por isso sempre tentará se destacar, mas como não consegue se destacar em tudo, você vai salvar esta situação humilhando e criticando o trabalho dos outros.

Estas são algumas situações que talvez você já tenha vivido. É uma forma de jogar sujo, talvez porque não exista um verdadeiro apreço pelas pessoas que estão à sua volta ou, simplesmente, porque você está tão focado na meta que todas as outras pessoas já não importam para você.

Às vezes essa obsessão por chegar além dos outros responde a uma falta de autoestima e segurança, assentadas em um lugar onde nasce o medo de que alguém o supere. Você acha que não vai conseguir alcançar seu objetivo jogando limpo, porque sabe que sempre haverá pessoas melhores do que você.

“O sucesso não é alcançado pisando nos outros. O segredo está na ajuda mútua. Se você pretende chegar só, estará só e não chegará.”

O que você não sabe é que uma vez que você estiver no topo e se encontrar sozinho, tudo o que conseguiu irá despencar. Porque é muito difícil manter o que não foi conquistado da melhor forma. Além disso, talvez quando você começar a cair, encontre todos aqueles em quem uma vez tenha pisado.

Cada um de nós tem as suas próprias metas e temos que alcançá-las sem que ninguém mais seja afetado. É verdade que em determinadas circunstâncias todos lutam por um mesmo fim, e aí o melhor normalmente ganha. Mas nada de ruim irá acontecer neste caso se alguém chegar ao topo. Se você fez tudo bem, você terá aprendido e saberá que existem outras possibilidades. 

Não é necessário ser grande custe o que custar. 

“Redação da Agenda Capital”. 

 A história não é injusta! 

Fui eleito pelo povo sem apoio de políticos. Saí do governo com 91% de aprovação popular. Se tivesse reeleição seria eleito com certa tranquilidade. 

O meu grupo político, elegeu prefeito Silvino Andrade em 1996. 

Em 2002, Izaias Régis elegeu-se deputado estadual com o apoio do meu grupo político. 

Com o apoio do meu grupo capitaneado por Rosa Quidute, sendo inclusive sua vice, foi eleito prefeito. 

Pedimos desculpas ao povo de Garanhuns se erramos nas nossas escolhas. Nossa intenção era que continuassem governando com o povo, COMO FOI PROMETIDO. 

Hoje, continuo administrando a maior obra da minha vida - A FAMÍLIA. 

Um abraço a todos.

Bartolomeu Magno Souto Quidute
Ex-prefeito de Garanhuns"

DESTAQUES DO BLOG

Direitos do Autor

Copyright 2014 – RONALDO CESAR CARVALHO – Para a reprodução de artigos originais assinados pelo autor deste blog em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso,é exigida a exibição do link da postagem original ou do blog.