GOVERNO DO ESTADO

terça-feira, 4 de fevereiro de 2014

Pesquisadores encontram documentos que comprovam Data Magna de Garanhuns

Em meio ao recente debate sobre a Data Magna de Garanhuns, se o 4 de fevereiro, que desde 1979 vinha sendo comemorado pelo município, ou o 10 de março, que seria a criação da Vila de Garanhuns através da Carta Régia do Rei Dom João, em 1811. Surgem agora novos documentos que devem elucidar a questão.

Em 1979, aproveitando o centenário em que a vila se tornou cidade, Garanhuns fez uma bonita festa, sob a administração de Ivo Amaral, e a data passou a ser comemorada daí em diante, chegando a virar feriado através de lei apresentada pelo vereador Sivaldo Albino. Por esta menção, nosso município teria feito este ano "apenas" 134 anos.

No entanto, o recém criado Instituto Histórico e Geográfico de Garanhuns, através de pesquisadores e historiadores, está reescrevendo a história do município, com achados importantes, como a própria Carta Régia, encontrada pelo professor Cláudio Gonçalves, em uma biblioteca de Portugal. Já apresentada aqui no blog. O IHGG tem unido professores e historiadores como Antônio Vilela, Audálio Filho, Igor Cardoso, Anchieta Gueiros, entre outros, como a contribuição deste blogueiro. É importante que se registre que é um trabalho voluntário.

Baseado nestes estudos, a Câmara Municipal corrigiu a história, reconhecendo a relevância da Data Magna, sem menosprezar este dia 4 de fevereiro, quando Garanhuns foi elevada de Vila a Cidade.

Nos arquivos da Câmara Municipal de Garanhuns, documentos comprovam que durante toda a história, o município sempre tratou o dia 10 de março como a Data Magna, ou seja, o dia em que de fato Garanhuns foi criado. 

É importante ressaltar que são duas datas importantes, que merecem ser comemoradas, mas não podemos apagar nossa história e imaginar que Garanhuns fosse mais jovem que outros municípios que no passado faziam parte de sua geografia, portanto, a primeira dá a devida relevância histórico, cultural e econômico de nosso município para o interior de Pernambuco e do Nordeste. Assim, nossa cidade tem de fato 202 anos. É assim que comemoram os municípios brasileiros.

Estaremos apresentando documentos impressionantes, que definitivamente esclarecem a questão. Por serem assinados por figuras ilustres do nosso passado glorioso como Alfredo Leite Cavalcanti, Luís da Silva Guerra, Luís Souto Dourado, entre vereadores que marcaram época, tirando totalmente os ingredientes políticos e atuais que pudessem interferir no debate a respeito da data.

O primeiro data de 1950. O prefeito era o Dr. Luís da Silva Guerra, que definindo os feriados do município, deixou bem claro, a data do 10 de março e o motivo para a deferência.


Mesmo diante das mudanças ao longo dos anos, há a total coincidência com as datas religiosas que Garanhuns comemora ainda hoje. 13 Junho (padroeiro), Corpus Christi, São João e a Sexta-feira Santa.

O dia 10 de março seria repetido em outros documentos, como postaremos aqui no blog. Um deles, de próprio punho de Alfredo Leite Cavalcanti, é impressionante!

Os documentos estão digitalizados à disposição na Câmara de Vereadores de Garanhuns.

Direitos do Autor

Copyright 2014 – RONALDO CESAR CARVALHO – Para a reprodução de artigos originais assinados pelo autor deste blog em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso,é exigida a exibição do link da postagem original ou do blog.